São Roque

História

A igreja do São Roque surgiu da vontade de alguns moradores do então chamado bairro toca da onça. Entre esses moradores estava Domingos Rampelotti, que tinha a residência em frente ao morro onde hoje se localiza a igreja. Sr. Domingos contava que um parente dele comentava sobre o morro: um local especial para a construção de uma igreja. A partir desta conversa Sr. Domingos começou a troca de ideias com os vizinhos para promover a construção da capela.

A atividade religiosa no bairro toca da onça começou com reuniões para rezar o terço entre os anos de 1962 e 1963. O terço era rezado em uma escola também localizada nas terras de Domingos Rampelotti. Com o passar do tempo, além da oração do terço a comunidade contava com algumas missas durante alguns meses.

Estas celebrações motivavam a comunidade a elaborar a primeira festa em prol da igreja. A festa foi em honra a Nossa Senhora de Fátima. Esta primeira festa teve inclusive encenação da aparição de Nossa Senhora de Fátima. As orações constantes estimulavam a fé na comunidade e com o esforço e doações de todos construiu-se a Igreja de São Roque.

O padroeiro foi escolhido por ser o protetor dos males e pestes. Atualmente a comunidade é formada por cerca de 60 famílias.

As Missas são celebradas duas vezes por mês e a igreja conta com as pastorais do dízimo, liturgia e cânticos litúrgicos.

A festa do padroeiro é celebrada em agosto próximo ao dia 16 que é dia de São Roque.

Localização

Rua Domingos Rampelotti, 5.183 – CEP: 88317-600
Bairro São Roque – Itajaí/SC

Programação semanal

Sábado
18h30 – Santa Missa ou Celebração da Palavra